Quinta-feira, 05 de Dezembro de 2019  
 
HOME
FALE CONOSCO
CONCURSO ECOLOGICO 2013
PEÇA sua muda-PROJETO ÁRVORE CIDADÃ
ABAIXO ASSINADOS
ACESSA VÍDEOS CDPEMA
Acessa vídeos- natureza
ADOTAR: 1 Criança, 1 Idoso
AGENDA SOCIAL/AMBIENTAL 2013
FILIE-SE NA CDPEMA
Cadastro de Curriculuns
Doação de Animais-BRASIL
CONSEMA
CURSOS
INFORMES 1
INFORMES 2
INFORMES 3
INFORMES 4
Legislação
Moto Cross da SUSTENTABILIDADE-2011
Patrocinadores
Projetos
Unidades da CDPEMA
Utilidade Pública
Notícias
Galeria de Fotos
Interação
» Home   » Notícias   » Cidades -meio urbano e rural
Notícias | Cidades -meio urbano e rural
04/07/2011 - PLANO DIRETOR EM DISCUSSÃO
Suspensa a audiência pública da cidade de Embu das Artes
"http://www.amjs.org.br/noticiasjunho2011.htm" Suspensa a audiência pública da cidade de Embu das Artes Por força de uma decisão liminar proferida pela 3ª Vara Cível de Embu das Artes, foi suspensa o que seria a última audiência pública convocada pela Prefeitura e Câmara Municipal para discussão da revisão do Plano Diretor. A ação judicial foi promovida pela entidades ambientalistas Associação Ibioca - Nossa Casa na Terra e Sociedade Ecológica Amigos de Embu, diante do processo irregular da revisão do Plano Diretor promovido pela Prefeitura, descumprindo o Estatuto da Cidade. Para o advogado das entidades, também diretor da AMJS e presidente do Movimento Defenda São Paulo, Heitor Marzagão Tommasini, "o processo é ilegal porque descumpre os princípios da publicidade e da informação, pilares da democracia em processos de discussão de planos diretores". Para ele, não basta realizar 10 ou 100 reuniões com a população se a Prefeitura não publica oficialmente o texto do que se está discutindo. "Uma audiência pública não é uma festa, um show de eslaides - audiências públicas são instrumentos formais previstos na legislação e devem ser respeitadas suas formalidades". A sociedade está aprendendo a cobrar seus direitos e impor aos prefeitos e políticos que para os processos de discussão sobre os temas urbanos é imprescindível a gestão participativa legitima em todo o processo. "A advocacia, o Ministério Público e o Poder Judiciário são indispensáveis para controlar os desejos desenfreados que, em nome de uma falsa generosidade participativa, desrespeitam os instrumentos democráticos conquistadas pela sociedade" afirma o advogado. Requerente: ASSOCIAÇÃO IBIOCA NOSSA CASA NA TERRA Requerente: SOCIEDADE ECOLÓGICA AMIGOS DE EMBU Advogado: HEITOR MARZAGÃO TOMMASINI Requerido: MUNICIPALIDADE DE EMBU DAS ARTES Despacho Proferido Vistos em liminar. ASSOCIAÇÃO IBIOCA NOSSA CASA NA TERRA e outros, qualificados nos autos, ajuizaram a presente AÇÃO CIVIL PUBLICA em face do MUNICIPIO DE EMBU DAS ARTES, com pedido de liminar, objetivando a suspensão ou anulação da audiência pública designada pela Prefeitura Municipal da Estância Turística de Embu para a data de hoje, 27 de junho de 2.011, na qual será apresentado o projeto de lei destinada à revisão do Plano Diretor do Município. Alegam que o requerido não atendeu aos ditames legais, deixando de considerar as propostas apresentadas pela sociedade civil e com designação de data próxima, sem possibilidade de discussão da proposta, e em local diverso daquele anteriormente divulgado. Pediram a concessão de liminar, vez que presentes o fumus boni iuris e o periculum in mora. Com a inicial vieram os documentos de fls. 20/124. O Ministério Publico manifestou-se pelo deferimento da medida liminar, nos termos do parecer de fls. 127. Decido. O deferimento da liminar é de rigor. Com efeito, a documentação encartada aos autos evidencia que a requerida não atendeu aos ditames legais estabelecidos para a revisão do Plano Diretor, assim como deixou de atender as orientações e recomendações estabelecidas pelo Ministério das Cidades na Resolução n. 25, de 18 de março de 2.005. Como bem anotado pela nobre Promotora de Justiça, houve publicação do texto base da revisão apenas no site da prefeitura e não em jornal de grande circulação, em data recente, sem prazo razoável para analise pela sociedade civil. Diante do exposto, presentes os requisitos legais, defiro a liminar postulada para suspender a realização da audiência publica designada para a data de hoje, 27 de junho de 2.011. Cite-se e intime-se a ré, com as advertências legais, especialmente para apresentação de defesa no prazo de 15 dias. Int ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- PREFEITO REPUDIA PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA Chico Brito, prefeito de Embu das Artes (SP), reage à Liminar da Justiça com indignação Liminar da Justiça derrubou ontem a última Audiência Pública prevista pela Prefeitura para discussão da revisão do Plano Diretor de Embu das Artes. A Prefeitura acatou a Liminar com indignação e não permitiu que o Oficial de Justiça lesse o documento no início do evento, sendo que a população não pôde conhecer na íntegra o seu teor. Veja outros detalhes no press-release em anexo. Assessoria de Imprensa Embu 2020: a cidade que nós queremos "www.embu2020.com.br" Indaia Emília - (11) 9502.0918 Sibélia Zanon - (11) 9747.4830
Autor / Fonte: AEAE
« voltar
 
     
 
© 2010 C.D.P.E.M.A. - Todos os direitos reservados
Melhor visualizado em 1024px / 768px
Desenvolvido por:
MWAY - Soluções Dinâmicas Web
& MarkCerto